Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Avisos’ Category

. Por que Scribatus?

Estuans interius ira vehementi
in amaritudine loquor mee menti:
factus de materia, cinis elementi
similis sum folio, de quo ludunt venti.*
(“In Taberna”, de Carmina Burana)

scribatus_letra_Se há alguém por aí que ainda não tenha notado, a palavra Scribatus é latina. Numa tradução literal, afirma-se que seu significado é “o ofício de escrivão” ou simplesmente “escrivão”. Traduzindo-a quase que frouxamente, entendo-a também como o “ato de escrever”, o que no final das contas parece que dá no mesmo (perdoem-me, latinistas!). Contudo, isso realmente não importa: o nome deste espaço será esse mesmo, Scribatus.

Basicamente, criei mais esse blog para substituir um outro que era pago (já faz tempo que aderi ao costume dos blogs). Embora não seja contra as coisas que são pagas, resolvi me arriscar de vez nessas cada vez mais maravilhosas ferramentas gratuitas. Ok, já tive uma primeira má impressão: o wordpress.com apenas permite que se altere os CSS se o usuário comprar o editor fornecido pelo Site. Mas, tudo bem, a má impressão foi passageira. No geral, além da ferramenta ser de fato ótima (além de gratuita), ela não me encherá o saco com propagandas do “Big Brother”, como fazia o provedor anterior (e eu ainda pagava por isso…).

O nome antigo de meu blog era “Dia a dia”. Como jamais consegui atualizá-lo diariamente, passei a considerar tal nominativa uma mentira feia e deixei o nome de lado. Já com Scribatus, meus textos serão honestamente casuais, sem ritmo. Dito de outro modo, aqui os textos aparecerão sem qualquer obrigação de periodicidade.

Pretendo escrever sobre história (afinal, é a minha profissão), um pouco de filosofia, atualidades e também deixar registradas por aqui algumas de minhas opiniões (às vezes ácidas, concordo) sobre aquilo que nos cerca. Colocarei também algumas resenhas, sejam de filmes ou livros, além de eventuais posts do tipo papo-furado (…hum, onde está o VOLP de minha esposa? Não sei mais se papo-furado tem ou não hífen…). Enfim, Scribatus será um espaço livre para me exibir um pouco.

No mais, você é muito bem vindo. O espaço de comentários estará aberto e me sentirei bastante honrado com as palavras que aqui forem deixadas.

Até a próxima!

Carlos Raposo

* tradução do trecho de Carmina Burana, “In Taberna”:
Queimando por dentro com veemente ira,
na amargura, falei para mim mesmo:
feito de matéria, da cinza dos elementos,
sou como a folha com quem brincam os ventos.

Fonte: UFSC

Read Full Post »