Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘bug’

scribatus_letra_Sempre tive comigo uma inarredável certeza: evite gurus. Eles não servem para nada. Melhor dizendo, apenas servem para piorar as vidas de seus chelas. Em normas gerais, são falsos, mentirosos e enganadores. São exploradores da boa fé alheia, da vulnerabilidade das pessoas, da carência de afeto e carinho a qual acomete muitas gentes. Em suma, são verdadeiros aproveitadores infelicidade humana. Por óbvio, qualquer regra contemplará uma exceção.

Dito isto, quase acabrunhado sou forçado a admitir: nesta última semana precisei consultar um guru. Pois é, coloquei todas minhas ressalvas de lado, baixei a cabeça e admiti: precisava de um guru.

Ocorre que mudei o meu plano de telefonia. Resultado, após três horas de uso, minha rede de dados sumiu, desapareceu, escafedeu-se. Na tentativa de consertar a coisa, fui pessoalmente a duas lojas da operadora. Em ambas, fizeram-me um monte de perguntas, abriram o telefone, tiraram o chip, passaram o chip na calça, uma passou o chip no cabelo (dizendo-me, “pode ser estática, senhor”), consultaram o sistema algumas vezes, sincronizaram a linha, ligaram e desligaram o telefone dezenas de vezes, colocaram o chip em outro aparelho e… nada! Por fim, disseram-me para ligar para o “call center”. Liguei 5 (cinco) vezes para o tal call center e simplesmente não fui atendido. Numa destas tentativas, passei 32 minutos aguardando ser atendido e nada.

Irritado, voltei a uma daquelas lojas e depois de externar parte de minha insatisfação, a mocinha que havia passado o chip no cabelo me diz que “talvez o guru possa resolver o seu problema…”. Heim? Falei em meio a calafrios… “É o guru tecnológico, que fica lá na loja do Rio Sul”. Saí da loja e fui para o estacionamento. Entrei no carro e me dirigi a tal loja do guru. Ensaiei uma pequena fala que começava com qualquer coisa e terminava em “… vou trocar de operadora”.

Lá chegando, esperei 15 minutos e o tal guru chegou. Foi fácil identificá-lo. Estava com um colete escuro onde se lia “guru tecnológico”. Um rapaz pequeno, de olhar arguto, nariz meio torto, ombros arqueados para frente e, aparentemente, muito sério. Sentei-me à mesa, diante dele. “Qual se número?”, perguntou-me. Disse-lhe o número. O guru o digitou no terminal e começou a rir.

– Desde que mudei o meu plano, perdi a rede de dados.
– É? (mais risadas).
– Caso queira, posso lhe passar o histórico…
– Não precisa, senhor (mais risadas). O que eu queria o senhor já me deu, o número (mais risadas). Mas se quiser falar, pode falar (mais risadas).
– Ok. Acontece que se isso não for resolvido logo…
– Já resolvi (mais risadas). Aguarde um instante que a rede já vai voltar. (mais risadas)
– Como? Tenho que desligar o telefone?
– Não precisa, mas se quiser desligar… (mais risadas). Pronto, tá vendo. Olha aí, a sua rede voltou. (mais risadas)
– Ótimo! Obrigado. Mas como….?
– (só risadas)
– Diga-me uma coisa: o pessoal das outras lojas ou do call center não poderia fazer isso também?
– Não. (mais risadas) Eles não têm acesso a esta parte do sistema. Aliás, nem eu tenho… mas conheço alguns caminhos, entende? (gargalhadas)
– Ok. Valeu. Muito obrigado e até.

E assim, o que em cinco dias ninguém solucionou, aquele rapaz risonho resolveu em dois minutos. Saí da loja pensando algo do tipo “salve, salve, hare hare, oh santo guru tecnológico”.

Amém.

sem_sinal_rede

Anúncios

Read Full Post »