Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Flamengo’

letra_Certamente, todos já ouviram a expressão “Marketing Agressivo”. Não obstante, caso alguém ainda não conheça o Homem da Rosca, estará longe de se inteirar sobre o lado mais pitoresco e interessante deste tipo de Marketing.

Em suma, seu nome é Erisvaldo, natural de Crato, lá no interior do Ceará. Erisvaldo chegou a Cidade Maravilhosa em 2005 e depois de alguns pequenos negócios, passou a produzir e vender rosquinhas. Seja dito, enquanto você está passando os olhos por aqui, o Homem da Rosca blasona seu produto pelas ruas dos carioquíssimos bairros do Catete, Largo do Machado e adjacências.

Como um Marketing Agressivo pode ser pitoresco e interessante? Basta ver o Homem da Rosca em ação. Enquanto equilibra sua caixa de roscas na cabeça, ele sorri bastante e distribui franca simpatia, enquanto dispara seus conhecidos bordões. Com voz estridente – a um quarteirão de distancia é possível escutá-lo com incômoda clareza – ele grita, sem qualquer traço de pudicícia:

ARosca2– Gente! Acabei de queimar minha rosca!
– Tou com a rosca pegando fogo pessoal!
– Ela tá quentinha, é cheirosa e doce.
– Quem vai comer minha rosca?
– Ela é laaaarga!
– E você, já comeu a minha rosca?
– Quem come nunca me esquece!
– Nem é preciso dar beijinho. É só comer!
– Vem você comer minha rosca, ela é ótima e é baratinha!

E assim funciona o marketing dele: se num primeiro momento pensamos que o mesmo é agressivo, logo o entendemos, passamos a aceitá-lo e até a apreciá-lo. Acabamos rindo e muitos findam comendo a rosca dele.

Erisvaldo, o Homem da Rosca, assim vai vivendo como empreendedor. De tão famoso que ficou, já deu entrevistas, já povoou páginas de jornais, tem blog e já escreveu um livro. No youtube há vários registros dele. Já foi até uma das atrações da Ana Maria Braga, apresentadora esta que também cedeu aos encantos da rosca do Erivaldo.

ARosca1E para quem pensa que o Homem da Rosca é apenas um pequeno empreendedor, aviso: esta rosca vai longe, meus amigos. Ela tem futuro. Digo isto porque, recentemente, enquanto eu passava ali no Largo do Machado, escutei-o conversando com alguns estudantes gazeteiros. Enquanto estes o zoavam, ele replicava, também zombeteiro:

– Cês pensam que meu trabalho é fácil? Gente, eu devia ganhar por insalubridade. Não é fácil viver queimando a rosca. Mas deixem estar, daqui a dois anos virei como candidato a vereador.
É o Homem da Rosca planejando seu futuro. Muito boa sorte para ele!

Referências:
Crédito das fotos: Diário do Rio
Blog do Homem da Rosca: http://ohomemdarosca.blogspot.com.br/

Jornal Rio Carioca entrevista o Homem da Rosca:

Anúncios

Read Full Post »